Golden Hours

“Em um mundo onde luto contra a hipersexualização do corpo negro, um ensaio nu a grosso modo poderia parecer contraditório, e seria se ao posar nu estivesse mostrando meu corpo como um produto em uma vitrine, mas neste ensaio maravilhoso eu senti como se estivesse expondo meu corpo como algo que embora fora dos padrões encontra-se muito a cima deles, a liberdade que as fotos passam, são de fato a liberdade que eu sinto com relação ao meu corpo. Me sinto sensual, bonito, completo e livre pra me expor e impor respeito. Este ensaio muito me empoderou e muito tem me empoderado até hoje.”

1 2 3 4 4b 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s