Cat People

“O ensaio aconteceu no mês de agosto de 2016, um período onde eu estava dando novos significados para meu modo particular de se relacionar com o feminino que habita em mim e a sexualidade veio junto nessa descoberta toda. Nesse caso, o entendimento de uma sexualidade moldada por princípios cristãos que insistiam em aparecer sem ser convidada. Nada de mal nisso, mas eu estava reorganizando esses pudores e tentando libertar-me deles. A descoberta do felino e do instinto animal veio como consequência. Foi aí que o Bruno apareceu, o ensaio surgiu e algo começou a nascer.
O ensaio nu começou com um certo desconforto, mas aos poucos tomei corpo e relaxei, deixei fluir aquilo que me vinha de memória, dos momentos íntimos que tive, das marcas que o corpo guardava na pele de alguns suores que transbordaram por ela. O resultado para mim foi surpreendente, me veio muito forte a imagem do chifre que usava no ensaio, aquele animal resiste e feroz que está escondido por trás da minha pele acabou falando mais alto. O chifre me faz pensar num amor de pé no chão, algo bem visível nas cabras, animal que carrego muito como referência na minha vida. A fotografia sensível criada nesse ensaio foi bastante reveladora. Esse momento da descoberta animal ficou registrado na minha memória com essas fotografias, me deixa feliz pensar que deu pra sair arte desse momento tão particular, gosto muito dessa sensação.”

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s